Sebrae no Acre desenvolve projeto de sustentabilidade de medicamentos

Ação visa recolher de modo seguro medicamentos sem uso

Buscando desenvolver um ambiente favorável a sustentabilidade, o Sebrae no Acre realizou na sexta-feira, 3, na sede da instituição, a assinatura do acordo de resultados com a rede de Drogaria Popular.

A ação inicia a implantação do Programa de Sustentabilidade interna que visa aplicar ações sustentáveis nos pequenos negócios.  Os medicamentos, produtos facilmente descartados em vasos sanitários e esgotos, prejudicam o meio ambiente. Sabendo desse comportamento, o Sebrae no Acre em parceria com o grupo J-Cruz, desenvolvem ações para recolher esses produtos.

Edson Oliveira, diretor do grupo J-Cruz, ao perceber a quantidade de medicamentos guardados em casa e o descarte incorreto desses produtos, viu a necessidade de orientar os consumidores. “Percebemos que há muitas pessoas que não se importam com o meio ambiente e a sustentabilidade. Nós estamos preocupados e estamos fazendo essa parceria para que possamos fazer algo”.

Programa de Sustentabilidade: ações nos pequenos negócios

O Sebrae no Acre, juntamente com os estados da Amazônia legal, aderiram o Programa de Sustentabilidade que visa o desenvolvimento de ações, estratégias e programas que desenvolvem a sustentabilidade no contexto interno e externo das instituições.  O objetivo é disseminar as políticas e as práticas sustentáveis e ainda catalisar novos negócios aproveitando a biodiversidade nos micro e pequenos negócios.  O diretor de administração e finanças, Francinei dos Santos, comenta que “esses objetivos preconizam a valorização da vida, a proteção do meio ambiente e geração de riqueza e de novos valores de cunho econômico”.

Já o diretor-superintendente do Sebrae no Acre e vice-presidente da Fecomércio, Marcos Lameira, pontua que a parceria traz benefícios para a sociedade. “Assinamos o acordo de resultados entre o Sebrae no Acre e a Rede de Drogaria Popular, possiblidade que os pontos de atendimentos facilitem a vida dos consumidores, evitando que a população use de modo incorreto e provoquem problemas de saúde”.

Ao longo dos anos se viu a necessidade de montar uma logística reversa em que os medicamentos deixem de ser destinados a aterros sanitários e também jogados em vias públicas. Para isso foram estabelecidos pontos de coletas para esses medicamentos vencidos.

Outra estratégia são as ações dos objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), que se baseiam nos oito Objetivos de Desenvolvimento do Milênio (ODM). As Nações Unidas (ONU) trabalham junto aos governos, sociedade civil e outros parceiros para levar à frente uma agenda de desenvolvimento. As práticas desses conhecimentos são repassadas por meio de palestras, oficinas realizadas pelo Sebrae no Acre e os colaboradores na sociedade.