Sebrae no Acre orienta empreendedores sobre Lei de Proteção de Dados

Regras alertam para cuidado com informações pessoais

Atualmente se discute no mundo a importância de guardar de forma segura os dados pessoais dos consumidores.  No Brasil, quem irá adequar esse novo comportamento é a Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais (LGPD). Sabendo da importância do tema, o Sebrae no Acre, realiza no dia 03 de novembro, às 18h30min, no auditório da instituição, o Seminário “LGPD – Desafios Empresariais 2020”.

O evento tem o objetivo de orientar os empreendedores – público que coleta dados constantemente - para se adequarem aos princípios da Lei 13.709/2018. Os dados pessoais como nome, e-mail, endereço e atividades digitais, são informações facilmente acessadas por empresas. Para que permaneçam a coletar essas informações e ao mesmo tempo gerar confiança e conforto nos clientes é um desafio.

A LGPD irá construir esse novo comportamento, de forma mais clara e de modo que garante ao usuário mais privacidade e controle sobre os dados. Ela também estabelece como as empresas devem tratar as informações dos clientes desde o armazenamento, processamento e transferência. A analista técnica do Sebrae no Acre, Cláudia Baima, conta que essa é a primeira atividade para alertar e orientar empresas e empreendedores de diversos segmentos para adequarem-se as novas normas.

“O seminário envolve toda a classe empresarial. As empresas que armazenam de algum modo os dados dos seus clientes vão ter que verificar quais os tipos de proteção serão armazenados essas informações para eles não sejam passados de forma fácil para outras pessoas”.

As penalidades pelo descumprimento da LGPD podem interferir na atividade das empresas e geram também penalidades financeiras como multas. A aplicação da Lei muda o cenário em relação à proteção de dados no país.  Essa é a primeira Lei que se propõe a discutir o problema com previsão de vigência para 2020.