Sebrae no Acre participa da criação de nova metodologia do projeto Agentes Locais de Inovação

A instituição foi uma das escolhidas para representar a região norte no encontro

O projeto Agentes Locais de Inovação (ALI) oferece orientação gratuita e personalizada para micro e pequenas empresas no Estado. A parceria entre o Sebrae e o Conselho Nacional do Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) surgiu em 2010 e já atendeu mais de 140 mil pequenos negócios pelo Brasil.

Com o objetivo de reformular essa metodologia, representantes de todas as regiões do país participaram do encontro “Cocriação da nova metodologia do projeto ALI” entre os dias 18 e 19 de setembro na Inovabra Habitat, em São Paulo. Da região norte, Acre e Tocantins foram escolhidos para integrar a reunião.

Entre os objetivos do programa estão o acompanhamento de empresas de maneira proativa e a inserção da cultura de inovação no negócio.

Representando o Sebrae no Acre, a analista técnica Valéria Rossy conta que a iniciativa de reformulação da metodologia do ALI tem contribuição também do programa Brasil Mais Produtivo, promovido pelo Ministério da Economia: “A proposta é que as empresas ganhem mais produtividade em 2020 com a contribuição do Agente Local de Inovação, principalmente com essa parceria integrada”.